Estamos Online!
1 abril 2020 0 comentários

Por ser um mineral, o mármore e o granito são extraídos diretamente das jazidas. São extraídos através de cortes que o fatiam em enormes blocos.
Após a extração, com ferramentas específicas, as serrarias transformam esses blocos em chapas, através de corte horizontais e/ou verticais. 
Assim, as placas ficam prontas, aguardando o acabamento e a finalização, que podem ser os mais variados. 

Acabamentos do mármore e do granito
Por ser um material extremamente versátil, possui diversas possibilidades de acabamento. Entre esses acabamentos estão o bruto, resinado, levigado, polido, jateado, apicoado e flameado.

O acabamento Bruto, como o nome já diz, é o mármore no seu estado natural. Ele acaba dando uma textura rígida e rústica ao material, algo bem natural da própria pedra. Por ser bruto, ele não recebe tratamento algum, sendo assim, apenas cerrado.

O acabamento resinado consiste na aplicação de camadas de resina e lustração. Esse acabamento tira toda a porosidade da superfície do material e dá um brilho diferenciado. Acaba concedendo um brilho superior ao polimento padrão.

O acabamento jateado consiste em jatos de areia que são lançados na pedra. Esse acabamento deixa o material um pouco mais áspero e menos escorregadio. Sem brilho, ele é altamente recomendado para áreas externas como rampas e etc.

O acabamento levigado consiste em lixar o mármore até deixa-lo com a superfície completamente lisa, só que opaco, semi-polido.

O acabamento apicoado. São dadas marteladas na placa, formando assim uma superfície áspera e uniforme. É comumente usada em áreas externas por ser antiderrapante.

O flameado, que é literalmente queimar a placa de mármore. Essa placa fica com um aspecto rugoso, áspero. Não é um uso comum, mas por ter características antiderrapantes, pode ser usado nas áreas externas.